Com sonoridade R&B, Lukinhas aposta em clima de romance no clipe do single inédito “Passo Mal”

Com beat criado pelo próprio artista, faixa sai pelo selo pop Inbraza, da Som Livre, com colaboração dos produtores Ruxell e Pablo Bispo

Um dos principais nomes do pop-urbano da atualidade, Lukinhas apresenta nesta sexta-feira (07) seu novo single “Passo Mal”. Com uma sonoridade mais próxima do R&B, mas sem deixar de lado elementos do funk e do rap já conhecidos de trabalhos anteriores do artista, a faixa inédita sai pelo Inbraza – selo pop da Som Livre em parceria com a Liga Entretenimento – e traz uma novidade: o beat é de autoria do próprio Lukinhas, com colaboração dos produtores Ruxell e Pablo Bispo – ouça aqui. Combinando com a letra, o lançamento chega ainda com um videoclipe em clima de romance e já está disponível no canal do Inbraza no YouTube.

Com uma estética que mescla os estilos refinado e urbano, o clipe de “Passo Mal” traz a direção de Uriel Calomeni, da Fresh Mind Co., produtora responsável por alguns dos vídeos do projeto Poesia Acústica, além de clipes de outros artistas como Djonga e Dfideliz. A produção audiovisual da nova música, aliás, conta ainda com uma feliz
coincidência que só os fãs mais atentos vão perceber de primeira: a casa que serve de cenário para o clipe é a mesma onde foram gravados alguns takes do material audiovisual de “Pipa Voada”. A faixa de Rashid em feat com Emicida, e da qual Lukinhas também participa, virou hit e já soma mais de 70 milhões de plays no Spotify e mais de 10 milhões de visualizações no YouTube. Sobre retornar a um local de valor tão simbólico, Lukinhas comenta: “Foi incrível voltar ao lugar onde gravei meu primeiro feat, sem dúvida uma sensação muito boa!”.

Em um ótimo momento da carreira – graças ao seu reconhecimento na cena musical, Lukinhas é um dos artistas aposta do canal Multishow no “Alerta Experimente”, o lançamento de “Passo Mal” chega para reforçar a versatilidade do artista. Com o refrão ‘Bebê, contigo eu passo mal’, a música pode ser considerada uma declaração
urbana e contemporânea, alinhada com a imagem e com os trabalhos prévios do jovem cantor. Morador da comunidade Asa Branca, no Rio de Janeiro, Lukinhas preza por inserir suas vivências e realidade nas suas canções, buscando ser uma referência positiva para moradores de comunidades de todo o Brasil. “Minha realidade são as minhas músicas, meu jeito de falar e de me vestir nos clipes. O que eu gosto bastante, porque não importa onde eu grave e que estilo eu cante, sempre vou ser eu e a minha identidade urbana”, diz o artista.

Antes de “Passo Mal”, os últimos lançamentos de Lukinhas foram “Bala na Bolsa” – primeiro single criado no Clubhouse, com participação das artistas Cammie, Jenni Rocha, Safí e NYNA -, “Sol da Favela”, com o rapper Pelé MilFlows, em uma releitura do clássico “Garota de Ipanema”, e o pop-funk “Tão Bom”, ao lado de MC Jotappê. Sobre os elementos que conectam as suas músicas, ele conta: “Apesar de em ‘Bala na Bolsa’ eu não falar sobre a comunidade, eu sigo cantando e falando do meu jeito, o que se conecta ao estilo urbano presente também em ‘Tão Bom” e ‘Sol da Favela’. E ‘Passo Mal’ não é diferente. Gravamos em uma casa que é três ou quatro vezes maior que a minha (risos), mas não deixamos de ser favela em momento algum”.

Ao falar sobre o lançamento de “Passo Mal”, ele não esconde a expectativa: “Essa é uma história real e eu espero que a música cresça. Podem esperar bastante de mim, como sempre!”, conclui.

Sharing is caring!

Deixe uma resposta