Começando 2022 em grande estilo, MC Caverinha apresenta single ‘’Pantera’’

Já disponível em todas as plataformas de áudio, a faixa é seu segundo lançamento pela Som Livre e abre os trabalhos do jovem astro neste ano A melhor forma de começar o ano? Para o MC Caverinha, com certeza é lançando um som! E para a alegria dos fãs do gênero, o ‘’Príncipe do Trap’’ libera já nesta primeira sexta-feira de 2022, dia 7 de janeiro, o single inédito ‘’Pantera’’. A faixa, um trap ao já conhecido estilo do artista mirim, é sua segunda produção sob o selo da Som Livre e também chega às pistas com um videoclipe no canal do jovem rapper no YouTube. No caminho para construir sua relevância e afirmar sua identidade como um autêntico artista da cena urbana, MC

Djonga, BK’ e Froid lançam o EP de rap mais esperado do ano

2017 foi o ano lírico. Para quem conhece a cena do rap, foi mais ou menos nesse período que o gênero voltou a ganhar corpo e a atingir números grandiosos na internet. Graças à gravadora Pineapple Storm, que criou o projeto audiovisual “Poetas no Topo”, no YouTube, uma nova geração de letristas de periferias do Brasil inteiro teve um espaço para expor suas angústias em forma de arte. E foi a partir desse movimento que surgiram álbuns importantes, como “Castelos e Ruínas” (2016), do rapper BK’; “O Pior Disco Do Ano” (2017), do Froid, e Heresia (2017), do Djonga. Agora, os três estão de volta em mais um projeto da Pineapple. “Egito” é o nome do EP e do destino que

Djonga, BK’ e Froid lançam segunda faixa do EP ‘Egito’

2017 foi o ano lírico. Para quem conhece a cena do rap, foi mais ou menos nesse período que o gênero voltou a ganhar corpo e a atingir números grandiosos na internet. Graças à gravadora Pineapple Storm, que criou o projeto audiovisual “Poetas no Topo”, no YouTube, uma nova geração de letristas de periferias do Brasil inteiro teve um espaço para expor suas angústias em forma de arte. E foi a partir desse movimento que surgiram álbuns importantes, como “Castelos e Ruínas” (2016), do rapper BK’; “O Pior Disco Do Ano” (2017), do Froid, e Heresia (2017), do Djonga. Agora, os três estão de volta em mais um projeto da Pineapple. “Egito” é o nome do EP e do destino que

Djonga, BK’ e Froid lançam primeira faixa do EP Egito

2017 foi o ano lírico. Para quem conhece a cena do rap, foi mais ou menos nesse período que o gênero voltou a ganhar corpo e a atingir números grandiosos na internet. Graças à gravadora Pineapple Storm, que criou o projeto audiovisual “Poetas no Topo”, no YouTube, uma nova geração de letristas de periferias do Brasil inteiro teve um espaço para expor suas angústias em forma de arte. E foi a partir desse movimento que surgiram álbuns importantes, como “Castelos e Ruínas” (2016), do rapper BK’; “O Pior Disco Do Ano” (2017), do Froid, e Heresia (2017), do Djonga. Agora, os três estão de volta em mais um projeto da Pineapple. “Egito” é o nome do EP e do destino que

Cesar MC lança 1º álbum fazendo tributo à trilha sonora que salvou a sua vida

No evangelho, existem algumas passagens em que grupos religiosos tentavam pregar armadilhas em Jesus. Numa delas, perguntam ao filho de Deus se era lícito pagar os impostos do imperador Júlio César. Se Jesus respondesse que sim, o acusariam de apoiar a corrupção e de estar contra o povo. Se Ele dissesse que não, certamente os romanos iriam punir esse sonegador de impostos. Diante de tal provocação, surge uma das frases mais intrigantes das escrituras: “Dai a César o que é de César e dai a Deus o que é de Deus” - em que Jesus desvincula a fé do sistema opressor da época e leva a questão para níveis mais profundos.  São essas provocações e como elas ecoam em tempos atuais e

RAMONZIN e L7NNON fazem homenagem ao skate no belo clipe “RL”

Destaque no cenário alternativo, o cantor marca sua homenagem a estreia e o recorde do skate nas Olimpíadas de Tóquio 2020 Hoje, Ramonzin conta com a colaboração de L7NNON, seu parceiro de longa data, para o lançamento do single “RL”, que ainda conta com os beats de Suntizil. Composta pelos três artistas, a música é mais uma das expressões do skate, esporte que sempre inspirou Ramonzin. Gravado na Zona Portuária do Rio de Janeiro, o clipe traz a participação dos skatistas do Movimento da Praça XV. Ramonzin também presta sua homenagem a Rayssa Leal, Kelvin Hoefler e Pedro Barros, atletas do skate brasileiro que foram medalhistas nas Olimpíadas de Tóquio. A modalidade é o esporte que o Brasil mais ganhou medalhas em