X Sem Peita lança álbum com participação de Djonga, Sidoka e Chris

Swarovski: Segundo álbum do X Sem Peita é joia mineira para o Rap Nacional

O X Sem Peita lança em outubro de 2020 o seu segundo álbum, o Swarovski. O grupo é composto por Breno Ras, conhecido também como Foguin, e pelo rapper Bill.
Breno é ex-integrante do grupo Mão Única, um dos grupos de rap de maior repercussão na cidade de Contagem e com grande respeito no cenário nacional. Até o ano de 2018 Bill seguia carreira solo, já tendo lançado diversos singles e participado de cyphers com os principais rappers da cena mineira.    

Breno e Bill, antes do X Sem Peita, cantavam músicas com estilo de protesto e já tinham trabalhado juntos nas produções ‘Gestão’ e ‘Pros Meus’. A partir desse encontro decidiram elaborar um trabalho novo e mais descontraído, relatando a vivência de forma mais solta. A parceria para a composição da música ‘X Sem Peita’ surgiu em uma conversa de WhatsApp. Bill conta que Breno mandou uma guia e pediu que ele complementasse, no dia seguinte já estavam com a música pronta. Ali começava a história do grupo X Sem Peita.

Após a gravação da música ‘X Sem Peita’ a dupla percebeu que este estilo refletia sua vivência e decidiram então gravar o primeiro álbum juntos. Inicialmente a dupla se chamaria ‘Breno e Bill’, mas o grande sucesso e reconhecimento do hit ‘X Sem Peita’ fez com que todos os chamassem por esse nome, que foi então adotado para ser o nome do primeiro álbum e também da dupla.

Breno lembra que todas as guias para o primeiro álbum (X Sem Peita) foram gravadas no seu quarto, em um estúdio adaptado. Em seguida, as músicas foram levadas para o Estúdio Gunter Records – primeira parceria musical do X Sem Peita – onde foram gravadas, mixadas e masterizadas. Já na produção audiovisual a dupla destaca a parceria com Gustavo e Isabella da Na Fita Oficial e o Rafa do Estúdio Matilha, que estiveram presentes tanto no primeiro álbum, quanto na produção do novo ‘Swarovski’. Além disso, a dupla conta ainda com a produção do Fera Entretenimento e o trabalho permanente dos colaboradores Gui Texas e Dentinho.

Você disse X Sem Peita?

X Sem Peita é uma gíria oriunda de Contagem, falada pelos dois rappers que viralizou entre os amigos e pessoas próximas, mas o que significa ‘X Sem Peita’?

Segundo Breno, “X” é o rolê e “Sem Peita” é estar à vontade, de boa, confortável. Muitas pessoas confundem o ‘sem peita’ com o ato de estar sem camisa, mas Breno explica: “em BH não pode ficar sem camisa em estabelecimentos e em ônibus, então ‘sem peita’ é desafiar as regras, de X Sem Peita você vai estar na soltura”. Dessa forma, o conceito de estar de X Sem Peita representa o estilo de vida dos rappers, sempre de rolê, tranquilos e descontraídos.  

Swarovski

O novo álbum da dupla possui um conceito mais sério e, segundo Breno e Bill, teve um processo de produção focado, com letras elaboradas e a escolha de cada beat para encaixar bem as músicas.

O nome Swarovski faz menção à marca de jóias citada na música Mirante (do primeiro álbum), mas a sua escolha tem um significado mais profundo: esse nome retrata o processo de lapidação e amadurecimento do grupo, que tem sua origem na favela e hoje está crescendo e se adaptando ao mercado da música, tal qual acontece com as melhores jóias.

Swarovski tem produção musical do Estúdio Gunter Records e produção audiovisual da Na Fita Oficial, Wanderley Photo e Estúdio Matilha. Serão onze faixas inéditas com participações de nomes de peso no cenário do rap nacional, como Djonga, Sidoka e Chris MC. Além disso, as músicas contam com beats de Coyote Beatz, Luiz Brasil, Juce Rock, Weeze Cooker e SMU.

Em outubro de 2020 o público receberá essa joia, um álbum autêntico cheio de soltura e energia, com beats cheios de swing pra ninguém ficar parado no baile. Swarovski já está disponível em todas as plataformas digitais desde a 00:00 hora de hoje, dia 16/10/2020!

 
TRACK REFERENCIA

LANÇA é a musica que contém participação de nada mais nada menos que Djonga, essa música relata uma vivencia de relacionamentos com mulheres que se interessam por jovens do morro como modo de “atração e aventura” essa track ja estava em metade do seu processo quando Djonga escutou e pediu pra fazer parte dessa obra, Djonga relata a visão da fidelidade com quem sempre acreditou nele a ”preta” e vem quebrando em um mix de flow como o beat pede.

 

Sharing is caring!

Deixe uma resposta