Diomedes Chinaski, Cacife Clandestino e Don L juntos no lindo clipe ‘Camisa 10’

Aos poucos Diomedes Chinaski vai revelando a face de sua mixtape “Comunista Rico” prevista para ser lançada em 29/06. Após apresentar capa e contracapa do álbum, Diomedes nos agraciou com a canção “Camisa 10”, primeira faixa do disco a ser disponibilizada e que nos da a noção da estética sonora do álbum.

Fazendo alusão ao mundo do futebol, ao lado do Cacife Clandestino e mestre Don L, Diomedes traduz em seus versos a luta, a batalha que o pobre trava no campo da vida para não ser mais um esquecido pelo sistema e se tornar um camisa 10, um craque, um campeão no jogo da vida. Diomedes verbaliza a história de drama, sacrifício e dor de inúmeras pessoas que nasce com o placar contra, mas que vira o placar ao longo da vida. Diomedes verbaliza a sua própria história. A historia de um craque que virou o jogo e se tornou campeão. E porque não dizer de tantos outros rappers que traçaram o mesmo caminho?

Trazendo versos potentes carregados de afetos a música encanta e emociona do inicio ao fim. Não há como não ver o rosto e o corpo de inúmeros brasileiros impressos em cada verso. É uma canção que canta a vida, a luta e a vitoria. A produção musical impecável de Mazili cria uma atmosfera mágica e arrebatadora.

Uma música no quilate de “Camisa 10” merecia um audiovisual no mesmo nível de emoção. E foi o que a Aqualtune Produções fez com muita competência e bom gosto. O vídeo reproduz com muita fidelidade a emoção da música. São imagens singelas, mas de muita beleza afetiva que reproduzem a periferia e o ser periférico com muito realismo. O lar, o campo de várzea de barro, a chuteira e outros elementos do modo de vida da periferia estão todos colocados. Porém, a menina negra, pobre, jogando futebol, carregando seus sonhos e sonhando ser um craque é de uma transgressão impar ao colocar a mulher como protagonista em um universo machista. Simboliza também a luta da mulher. A proposta estética que procura mostrar as imagens sendo transmitidas pela televisão é outro fator que torna o vídeo genial.

Sharing is caring!

Deixe uma resposta