francisco, el hombre se auto-desafia a lançar EP de cumbia no fim de abril e já revela o primeiro single, “Juntos, Nunca Sós”

A primeira música do trabalho – em parceria com Luê – chega com um videoclipe colaborativo com a presença de Dona Onete, Gretchen, Tuyo, Josyara, Drik Barbosa, Hot e Oreia, entre outros artistas O poema acima foi escrito pelo cantor e compositor Castello Branco. Assim que receberam pelas mãos (ou pela mensagem de Whatsapp) do produtor Dudu Marote, os integrantes da banda francisco, el hombre logo entenderam o que era preciso fazer neste período de quarenta: música. O quinteto se propôs então o auto-desafio de lançar um novo EP de cumbia até o fim de abril. Em menos de uma semana, o grupo já contabiliza muitas faixas. E a produção segue a toda. Um primeiro single, intitulado “Juntos, Nunca Sós”, parceria

Billy SP aproveita a quarentena para compor e preparar novo repertório

Cantor e compositor está em casa com a família, ansioso para que os shows voltem O período de quarentena não está fácil para ninguém! Billy SP revelou que tem aproveitado o tempo ocioso para preparar repertório de shows e até mesmo pensar em um segundo álbum solo.  Além disso, ele está fazendo uma das coisas que mais ama, compor. Pra quem não sabe, ele já compôs para feras como Exaltasamba, Thiaguinho, Péricles, Rodriguinho, Harmonia do Samba, Art Popular, Chrigor,  Doce Encontro, Turma do Pagode, Netinho de Paula, Os Travessos, Tiee, Mumuzinho, Sorriso Maroto, Ludmila, Vou Pro Sereno, João Neto & Frederico, Rael, Dilsinho, Edi Rock entre outros. O artista coleciona hoje, mais de 200 músicas em sua lista de composições. É ele

Na inquietação do isolamento social Santuspe lança “Diss para o Fim do Planeta”

Na inquietação do isolamento social e confinamento imposto pelo coronavírus, o rapper carioca Santuspe decidiu transformar em música seu ponto de vista sobre a cena do rap nacional. A ideia não foi algo que nasceu agora, era algo que habitava sua mente e incomodava o corpo e a alma há muito tempo. Mas a quarentena foi crucial para a ideia se tornar realidade e se materializar. Diss para o Fim do Planeta, que foi disponibilizada nesta sexta-feira (03), é uma reflexão que Santuspê faz sobre as contradições, falsidades, mentiras e inveja que atravessam o rap nacional. “As mentiras que eu vejo e vivo na cena do Rap há oito anos foram a motivação. É muita falsidade, inveja e racismo envolvidos, eu

Unabomber reflete a era da pós-verdade no single e lyric video “João 8:32”

Faixa traz participação especial da rapper Flor MC Unindo o peso do rock aos versos cortantes do rap, a banda Unabomber entrega seu impactante novo single, “João 8:32”. Após o lançamento da intensa “A Celebração da Peleja entre o Molotov e a Máquina”, o grupo fluminense volta com suas letras repletas de reflexão social em parceria inédita com a rapper paulistana Flor MC. A faixa tem produção assinada por Celo Oliveira, já está disponível nos principais serviços de streaming e chega também com um lyric video, com direção, edição e pós-produção assinadas por Gabby Vessoni. Ouça o single: https://smarturl.it/Joao832 Usando como pano de fundo do vídeo o ambiente das redes sociais e aplicativos de mensagens, a Unabomber expõe a composição e suas referências

Natália Keshi lança single de estreia “É Tarde Demais” com videoclipe

Cantora e compositora, a paulistana que também é quase brasiliense, é uma das novas apostas da MPB contemporânea Natália Keshi, lança nesta sexta-feira, 03 de abril, uma versão ousada de “É Tarde Demais”, música que foi um grande sucesso na década de 90, na voz de Luiz Carlos, com a Banda Raça Negra. “Quem nunca viveu uma história cantada por um pagode? Essas letras traduzem a verdade escancarada dos corações apaixonados, gosto dessa nostalgia”, diz a cantora. Com muita arte e autenticidade, o single vem acompanhado por um videoclipe dirigido por Thiago Frade, ilustrando o sentimento de superação do amor não correspondido no passado. Além de sua primeira atuação em frentes as câmeras, a publicitaria foi responsável pela produção, roteiro, direção de arte, cenografia e

Bruno Relíquia homenageia Zé Pilintra em seu clipe “LUA CHEIA”

Na ultima segunde-feira (20), o rapper carioca Bruno Reliquia quebrou um pouco a rotina cansativa imposta pela quarentena e nos agraciou com seu novo clipe, Lua Cheia, no qual ele presta homenagem ao seu Zé Pilintra, uma das entidades espirituais mais populares da Umbanda. Filho da umbanda, Bruno Reliquia dedica as linhas de seu poema para saudar e contar algumas passagens da história da entidade, bem como um pouco de sua magia, mistério e tenta desfazer estereótipos criados sobre sua imagem. No clipe Buno vem caracterizado de Zé Pilintra: bem vestido, elegante, com terno de linho branco, chapéu e sua gravata vermelha, mas também irreverente e malandro, cheio de ginga e jogo de cintura. O cenário escolhido foi o boêmio bairro da