Sid traz mais um boom bap de peso em “Bic On”

Com um som focado na ideologia, single traz a essência do artista Trazendo um clássico boom bap, MC Sid liberou hoje (03) o single “Bic On”. Consagrado como um rapper que traz a ideologia como principal marca de sua carreira, neste lançamento Sid honrou sua fama e trouxe críticas em conjunto com um flow único. “Bic On” traz em seu nome uma analogia com a marca de canetas “Bic”, onde Sid quis dizer que sua caneta está ativa, e é o que o rapper mostra ao longo de seus versos e no refrão: “Não vai na onda da plateia / Não me vendo pro sistema / Tenho grana e essa grana vem da ideia / Sei que o ódio me rodeia /

Rodrigo Zin apresenta Grana Azul no Estúdio 172 Sessions

Artista curitibano fez medley de músicas de seu novo álbum O cantor, compositor e produtor musical curitibano Rodrigo Zin lança sua participação no projeto Estúdio 172 Sessions com um medley de seu ousado novo álbum “Grana Azul”. As novas faixas caminham entre o alternativo e o pop com influências da MPB e até da música gospel para contar uma distopia conceitual que se reflete no Brasil atual. No estúdio paranaense, ele interpretou “Grana Gama & Lana”, “Coroas & Violinos” e “Caroço”. O resultado está disponível no YouTube.] Rodrigo Zin fez de seu novo trabalho um épico rap sobre um mundo pós-apocalíptico e sua relação com o afeto e perdas pessoais. É uma realidade de um planeta sem água, com humanos

Criolo arrecada duas toneladas de alimento em show da turnê “Boca de Lobo” em SP

Por Adriana De Barros Criolo provou mais uma vez que existe solidariedade em SP. Basta dar oportunidade. Como já é hábito, a produção do rapper oferece a opção do ingresso solidário, onde o público paga um valor menor quando é feita a doação de um quilo de alimento não perecível no local do evento. Na noite de ontem (15), no Espaço das Américas, em São Paulo, a plateia contribuiu maciçamente, e no final da apresentação, era comemorada a arrecadação de duas toneladas de alimentos. Metade será destinada para a Associação Maria Rosa de Jesus e a outra parte para o MAB (Movimento dos Atingidos por Barragens), que levará para Brumadinho (MG). Em um show inédito, com canções da carreira com novos arranjos, Criolo

“RAEL CONVIDA” de outubro traz Di Ferrero como convidado

Rael e Di Ferrero fazem novas versões para "Rouxinol" e "Freeman" no programa "Rael Convida" O projeto "Rael Convida" promove encontros do Rael com outros músicos, gerando sempre boas conversas e novas versões para canções já conhecidas. Rael, que veio do rap e tem influência de outros estilos, faz muitas parcerias e tem afinidade com muitos músicos. Di Ferrero, ex-vocalista do NX Zero, embora seja mais conhecido como roqueiro, ouve rap desde a infância. "Comecei cantando em igreja e lá no grupo eu já mesclava rock, rap e reggae, que são minhas principais vertentes. Tanto que no disco do NX, "Projeto Paralelo", pude chamar vários rappers que eu admiro. Gosto muito de misturar essas coisas no meu estilo, fazer o meu

Criolo retrata caos social e político do Brasil em seu no clipe, Boca de Lobo

O rapper paulistano Criolo lançou no último domingo (30) o clipe de "Boca de Lobo", seu mais novo single. A música, que parafraseia "1 Por Amor, 2 Por Dinheiro", do Racionais MC's, retrata com muita fidelidade o estado de caos social e político brasileiro. A superprodução, que não conta com a presença do rapper, mostra São Paulo em chamas, sob ataque de animais gigantescos. O vídeo vem repleto de metáforas que associam partidos e figuras desprezíveis da política brasileira a escândalos. Desastres como os de Mariana e o recente incêndio do Museu Nacional também são abordados no vídeo, assim como a violência urbana, o estado de calamidade da saúde pública e tantas outras mazelas que são frutos da ganância de uma

Thiaguinho é a atração do “Rael Convida” de setembro

Rael sempre foi fã de samba - desde o álbum "Ainda Bem" vem flertando com o estilo e já tinha gravado “Oya” lá atrás - e agora se junta novamente a Thiaguinho, com quem já tinha feito o projeto "Tardezinha", em um episódio muito especial do "Rael Convida". “Anos atrás quando gravei o "Tardezinha" com ele, descobrimos que nos anos 90 ouvíamos os mesmos sambas; Katinguele, Sensação, Fundo de Quintal, Só Pra Contrariar, entre outros. Aí ele foi mais pro lado do samba e eu mais pro rap, mas sempre escutei samba. Esse encontro agora foi muito especial porque mesclamos meu rap com o samba dele e cantamos músicas que tanto eu quanto ele ouvíamos muito” - comenta Rael. Eles criaram novas versões