Chico Tadeu nos surpreende mais uma vez com seu novo trabalho “Jaz em Madureira”

Um ano e meio após prestar uma emocionante homenagem ao mestre Paulo da Portela com a belíssima canção “Vai Como Pode”, Chico Tadeu se reinventa e ressurge com muita criatividade em mais um trabalho genuíno e multifacetado. Estamos falando da divertida canção “Jaz em Madureira”, disponibilizada em todas as plataformas digitais na ultima sexta-feira (3/12). “Jaz em Madureira”, é mais uma obra singular de Chico Tadeu que rompe com as formas e modelos existentes no rap. Ela mescla rock, jazz, soul e rap com um toque único de Chico Tadeu, que trás um instrumental orgânico contagiante, harmonioso e preciso composto de Contra baixo (Ébano Machel). Bateria (Davidson Ilarindo) Guitarra (Jonas Mattoso) e Teclado (Pedro Petrutes). Todos os instrumentos dialogam nos diferentes

Chico Tadeu renasce com homenagem emocionante a Paulo da Portela

Cantor presta homenagem ao Grande baluarte da Portela Paulo da Portela no dia de seu aniversário Em outubro de 2017 o cantor e compositor Chico Tadeu lançado seu ultimo trabalho: o álbum “O Estado Critico” ao vivo, um trabalho orgânico precioso harmonicamente e vibrante.  Duas grandes perdas fizeram o poeta se recolher, refletir e se reciclar. Dois anos depois o poeta renasce com o espírito renovado para cantar, com sutileza e sensibilidade impar de sempre, a alma da vida suburbana carioca e lança à belíssima “VAI COMO PODE” Para marcar esse novo momento, Chico Tadeu decidiu homenagear o grande baluarte da Portela, Paulo Benjamin de Oliveira, ou melhor, Paulo da Portela; o homem que fundou a escola azul e branco de

DJ Teco morre vitima de infarto aos 36 anos

Morreu, na madrugada deste domingo (11/04) em sua casa, no Rio de Janeiro, uma das figuras mais querida do rap carioca. Teco De Souza Soares, ou simplemente DJ Teco, vítima de um infarto, aos 36 anos. Atualmente atuando como DJ da banda do rapper Chico Tadeu e do evento Rap da Norte, passou por diversos eventos conquistando a todos com sua técnica apurada, seu fino gosto e sensibilidade e seus repertórios avassaladores, fruto de muita pesquisa e estudo. Pelas redes sociais, amigos e fãs prestaram homenagem ao artista que cativava a todos com seu jeito simples, humilde, amoroso, alegre e simpático de ser. Sempre carismático e com um sorriso cativante no rosto, Teco era um espírito cativante que emanava energia positiva e

Moustrack chega pesado com o clipe “Pra Ficar”

Lançado nesta terça feira 15/10 o clipe “Pra Ficar“, do grupo de rap carioca Moustrack, chega à cena com características excêntricas, clássicas e contundentes. A música afirma uma conquista de espaço e o estabelecimento definitivo da proposta que o coletivo trás. A produção audiovisual ficou por conta do jovem filmmaker Patrick Brum, diretamente da zona oeste da cidade. Com participações especiais do início ao fim do clipe, nomes importantes para a cena como Dom Negrone, Chico Tadeu, Santuspê, Arthur Nelumbo, Angola e DJ Andrey Fabuh. O respeito pelos MC's de longa data e a crença na força da Moustrack, apoio Vandalism81 e cobertura de Making Of Vitinho GR (Grife do Rato). Com quase um conglomerado de artistas experientes e tendo como parâmetro

Chico Tadeu leva Turnê Estado Crítico Organic ao Audio Rebel

Em meio a tantos artistas que pegam um gancho na badalada Madureira pra atrair mídia, eis que existe um, não tão escondido, mas um pouco mais reservado quando se trata do assunto Madureira x Mídia, Chico Tadeu é um artista que surge nesse caos que é o coração da zona norte, dono de uma voz visceral e letras contundentes de bastante crítica social ao sistema como um todo, o rapper de Madureira leva pela primeira vez seu show com banda para zona sul do Rio de Janeiro. Gestor de sua própria carreira, Chico tem apenas um metro e setenta e uma generosidade que não cabe no peito, dono de um carisma único, e mais experiente, sua turnê E.C.O (Estado Crítico Organic)

Chico Tadeu E Zé Bigode Orquestra Fazem Shows Memoráveis Em Madureira

Madureira, terra de samba e charme, é também um território aberto a diversidade musical. No ultimo sábado (6) o democrático Parque de Madureira, com seus tradicionais espaços de samba, abriu seus portões para o jazz, rap, soul, MPB e reggae levado ao palco da Arena Fernando Torres por Chico Tadeu e a banda Zé Bigode Orquestra. A banda Zé Bigode Orquestra abriu a noite com um belo tributo ao mestre Bob Marley fazendo uma linda releitura do memorável álbum “Exodus” do rei do reggae lançado em 1977. Para interpretar as canções a banda se uniu a talentosíssima Luciane Dom, que deu um toque todo especial com sua potente voz e seu timbre de voz balsâmico. Por outro lado, a Zé Bigode