WillsBife lança versão deluxe de FEBRE AMARELA

Álbum traz sete músicas entre faixas inéditas, remixes e novas participações como Derek e Froid, além capa assinada por Gustavo Amaral e artes exclusivas no Youtube feitas por Pablo Roseno e Milena Gabriela.

Imagem crédito: Ernesto Andrade

Quando lançou FEBRE AMARELAWillsBife jamais imaginou que meses depois o mundo estaria como hoje: em uma pandemia, com boa parte da população dentro de casa e a outra tentando se equilibrar entre a cruel realidade do dia a dia e a esperança de um futuro mais ameno. Para dar um alento aos tempos sombrios, o prodígio produtor paulistano lança nesta segunda-feira (14) a versão deluxe de seu álbum, uma continuação do disco que conta com novas participações, remixes e sons que não estavam na primeira versão, como “POR MINHA CONTA”, colaboração de Don L e Nave, e a esperada “ROLLIE”, com Derek, da Recayd.

“A gente fez uma sessão ao vivo, ele colou, mostrei uns beats e fui fazendo umas paradas enquanto ele estava aqui também. Fizemos três músicas e uma delas foi a “ROLLIE”. Ela estava guardada e resolvi colocar na versão deluxe”, lembra WIllsBife sobre a criação da faixa com Derek.

FEBRE AMARELA (Deluxe Edition) começa com um remix da já clássica “LAMBO”, que além de DaLua e Carti, agora conta com VK Mac e Sueth. Em “FREESTYLE DAS FAIXA ROSA”, Onnika e Ebony brilham em um beat que mostra o talento de WillsBife usando elementos do trap em uma base muito menos rítmica que o normal para preparar um terreno fértil para as MCs rimarem. E não é só isso: a última música “GHETTO GOSPEL” apresenta para muitos uma nova faceta do produtor, que investiu em um boombap. “Eu comecei a minha carreira produzindo boombap. Naquela época, eu tinha um bloqueio em fazer trap e agora as coisas tinham invertido: estava bloqueado para os boombaps. Devo fazer mais coisas nessa linha futuramente”, conta WillsBife.

Outra participação de destaque no álbum é de Froid, no remix de “DESEJOS”, faixa que foi escrita e gravada em apenas dez minutos pelo brasiliense. “Ele gravou lá em Brasília. Só mandei o beat, peguei o celular e ele devolveu as vozes já prontas. Desacreditei. Foi muito rápido (risos)”, recorda WillsBife.

Como uma boa versão especial, a nova edição do disco também traz novidades além dos sons: um mangá virtual, que conta as histórias das sete faixas e foi apoiado pela marca ÖUS. Os vídeos serão lançados no Youtube ao longo da semana e “ROLLIE” será a primeira a dar o ar da graça no canal de WillsBife, nesta segunda-feira (14). As ilustrações foram dirigidas por Nicholas Trindade e as animações são do Ogata. A produção executiva é assinada pela RAMP//A.

Ouça FEBRE AMARELA (Deluxe Edition) nas plataformas digitais clicando aqui, assista ao documentário contando um pouco a história do álbum no Youtube e veja o mangá virtual de “ROLLIE” no link a partir das 14:00.

Sobre WillsBife

Nascido William Baik, o produtor e DJ adotou o nome artístico de WillsBife por causa de seu primeiro trabalho, ainda na adolescência, quando era cozinheiro. Aos 7 anos, teve seu primeiro contato com a música, quando sua mãe o incentivou a tocar piano. Começou sua empreitada musical em 2014 e desde então colaborou com grandes nomes do rap nacional, como Rodrigo Ogi, Choice, Tassia Reis, Bivolt, DNASTY e Baco Exu do Blues.

Em 2017, foi um dos colaboradores na produção musical do elogiado ELETROCARDIOGRAMA, de Flora Matos. Dois anos depois, em 2019, assinou a produção musical e mixagem do álbum Psicodelic, do Coruja BC1, que marcou uma importante fase na carreira do MC de Osasco. No início de 2020, o produtor lançou seu primeiro disco, FEBRE AMARELA, que ganhou uma versão deluxe em dezembro.

Sharing is caring!

Deixe uma resposta