Ritmo e fundamento – The Funky 4 + 1

 

Por Thiago Ultra

The Funky 4 + 1 , com certeza é um dos grupos de Rap mais importantes da HISTÓRIA , e mesmo assim não se assuste se você nunca tiver ouvido falar dele.

O ano era 1976 , 4 jovens oriundos do Bronx, Nova Iorque , se uniram para cantar esse novo estilo musical que começava a fazer a cabeça dos jovens pretos norte americanos. Esses jovens eram : K.K. Rockwell (Kevin Smith), Keith Keith (Keith Caesar), Sha Rock (Sharon Green) e Rahiem (Guy Todd Williams), que deixou o grupo em meados de 1978 e 1979 para se juntar ao GrandMaster Flash & The Furious 5. Sha Rock também deixou o grupo temporariamente, bem como Rahiem. Eles foram substituídos por Li’l Rodney C! e Jazzy Jeff. O grupo passou a se chamar New Funky Four, mas com o retorno de Sha Rock,mudou de nome novamente e tornou-se Funky Plus One More.

The Funky 4 + 1 foi percursor em vários aspectos dentro do gênero musical Rap. “Funky” foi o PRIMEIRO grupo de rap a se apresentar ao vivo em um programa de televisão em rede nacional . Foi o primeiro grupo a possuir uma mulher como Mc ( Sha Rock ). Foi o primeiro grupo assinar contrato com um selo para lançar um single.
Em 1979 eles gravaram o seu primeiro single , intitulado Rappin & Rocking The House. Uma curiosidade sobre essa faixa é que a mesma possui 16 minutos (alusão a idades que os integrantes do grupo possuía na época) !!!
Quando assinaram com o selo Enjoy , nenhum dos mcs tinha mais de 17 anos.

O grupo teve uma curta duração, se mantendo na ativa de 1977 à 1983 , gravando apenas 4 singles no decorrer da caminhada : Rappin & Rocking The House” (1979) “That’s The Joint” (1980) “Do You Want to Rock (Before I Let Go) (1982) “Feel It” (The Mexican) (1983).

Em 1983 Jazzy Jeff entrou na justiça contra a gravadora Jive Records ( que detinha os direitos do Funky 4 ) pelo direito do usar o nome Dj Jezzy Jeff. Como todos sabem , Jazzy venceu a batalha e anos depois fez dupla com Will Smith no duo Jazzy Jeff & The fresh Prince. Em 2008 , o single That’s The Joint , ficou na 41º posição do ranking do canal norte americano VH1 , no qual elegeram os 100 maiores sons de Rap de todos os tempos

Thiago Ultra é poeta, blogueiro e radialista e assina semanalmente a coluna Ritmo e fundamento no Polifonia Periférica.

Sharing is caring!

Deixe uma resposta