O rapper Pregador Luo lança o EP “A Senha” e o vídeo da faixa inédita “Sou memo” em todos os aplicativos de música.

rapper Pregador Luo lança hoje, em todos os aplicativos de música, o EP “A Senha”, pela Universal Music Christian Group. Junto com ele, o artista também faz o lançamento do videoclipe da faixa “Sou memo”, que compõe o repertório do projeto. Dirigido por VRAS77, o clipe foi gravado em uma comunidade no Jardim Eliza Maria, na Zona Norte de São Paulo. 

O EP “A Senha” traz ao todo três músicas autorais: a faixa-título, composta por Pregador Luo em parceria com o rapper e produtor norte-americano Skrip, além de “Sou memo” e “Família”, ambas compostas por Luo.

A mensagem de ´Sou memo’ é de valorização das nossas origens, das nossas habilidades, de nossa cultura e força de trabalho. Quando digo no refrão ‘playboy tem que pagar um pau e pagar nois pelo show’, estou querendo dizer que nosso trabalho deve ser mais bem remunerado por aqueles que possuem e controlam a riqueza do mundo. As faxineiras, coletores de lixo, mecânicos, motoristas, operários, etc., essas pessoas movem grande parte do mundo e merecem ser melhor pagas por seu trabalho. Quando também digo no refrão ‘Maloqueiro memo, favelado memo, suburbano periférico eu sou isso memo…’ eu quero dizer que mesmo vivendo em condições difíceis e lugares remotos, existe dignidade, amor e responsabilidade ali. A etimologia da palavra maloqueiro remete aos índios que viviam em malocas, que eram suas cabanas. Mas a ideologia branca os relata como preguiçosos, incapazes e inferiores. O que é uma grande mentira. Basta olhar no dicionário e ver o significado que deram para palavra maloca e maloqueiro. A palavra maloca no dicionário está definida como ‘habitação indígena, local onde moram muitas pessoas´ e também como ‘pessoas que não inspiram confiança’. Eu, como descendente de índios e negros, rejeito totalmente essas ofensas, e creio que outros também vão se sentir ofendidos com essas injúrias. Por isso que ao dizer na letra ‘Maloqueiro mesmo’, eu estou afirmando que nossas origens são dignas e honradas. E mesmo estando geograficamente às margens da sociedade, nossa índole e caráter são tão bons quanto os de qualquer outra pessoa”, disse o rapper sobre a nova música.

Sharing is caring!

Deixe uma resposta