Tyler, The Creator ganha Grammy de melhor álbum de rap

Tyler

Tyler, The Criador, levou para casa o prêmio de Melhor Álbum de Rap hoje à noite no Grammy Awards de 2020. Seu álbum IGOR de 2019, venceu os álbuns de Meek Mill, 21 Savage , YBN Cordae e Dreamville de J. Cole.

Esta é a primeira vitória no Grammy de Tyler e a terceira indicação. Tyler já havia sido indicado para Melhor Álbum de Rap do Flower Boy de 2017 e Álbum do Ano por suas contribuições ao Channel Orange de Frank Ocean.

A mãe de Tyler e seu amigo / colaborador de longa data, Jasper Dolphin, se juntaram a ele no palco para seu discurso. “Você fez um ótimo trabalho criando esse cara”, ele disse à mãe. Seu discurso e vitória seguiram sua incrível performance de “EARFQUAKE” e “NEW MAGIC WAND”.

O rapper de 28 anos, criticou a Academia Nacional de Artes e Ciências de Gravação por colocar consistentemente “caras que se parecem comigo” no rap. na categoria “urbana”.

Após um gracioso discurso de aceitação, Tyler falou francamente em uma coletiva nos bastidores quando perguntado sobre o processo de votação dos prêmios. Ele admitiu que, embora estivesse “muito agradecido” por sua vitória, a categorização de sua música como rap é um “elogio”.

“É péssimo que sempre que nós – e eu quero dizer caras que se parecem comigo – façam qualquer coisa que se importe com gênero, ou seja, algo que eles sempre colocam em uma categoria de rap ou urbana. Eu não gosto dessa palavra ‘urbana’ – é apenas uma maneira politicamente correta de dizer a palavra n para mim “, disse ele.

Após sua vitória, Tyler também foi ao seu perfil Twitter, onde agradeceu seus fãs pelo apoio e também deu uma mensagem simples para aqueles que ainda continuam duvidando de sua arte e impacto na indústria da música: “YALL PARE DE CONTAR-ME!”

Sharing is caring!

Deixe uma resposta