LEGÍTIMAS – Rap feminino para erguer a cabeça

O grupo Legítimas é formado por: Flor Guetto, MC – Pérola Negra, MC – Xaúnali, Cantora

Flor do Guetto

Faz parte do movimento Hip Hop há mais de quinze anos, conquistou seu espaço iniciando sua militância social, cultural e política no movimento Hip Hop Gaúcho (1995) em seguida no movimento negro(1998). Com forte atuação participou de vários eventos representando o Hip Hop e o Brasil Nacionalmente em (SP,RJ,BH,DF,BA), e Internacional (Índia/2004 e Peru/2006).

Pérola Negra

Aos treze anos começou a escrever suas primeiras letras e composições. E na cena de novos talentos do rap gaúcho é a mais nova promessa como letrista e compositora, pois com suas frases bem elaboradas, consegue com sutileza externar o cotidiano do universo feminino nem contexto geral.

Xaúnali

Participação na música: “Erga a cabeça”
Desenvolve trabalhos como cantora desde 1999, sua voz marcante e vocais com forte influencia black norte americana. Já participou de vários grupos de rap da cena gaúcha. Destaca-se por apresentar uma musical muito eclética e variada.

Porque iniciou as Legítimas?

Em comum as três iniciaram suas carreiras na música fortificando–se individualmente (solo) e coletivamente (participando de outros grupos e/ou bandas). Em especial escrevem suas próprias letras e composições onde apresentam com muita legitimidade e conteúdo as realidades e as dificuldades de querer progredir e sobreviver da música (em especial o rap) e superar preconceitos e o machismo existente na sociedade e principalmente no universo onde convive, o Universo da cultura Hip Hop. Após anos de dúvidas e indecisões para que lado a carreira destas 3 artistas iriam , no ano de 2005 ao encontrarem- se em um evento na zona norte de porto alegre (Ruben Berta) Malu, Tana e Aline resolvem partir para a ação. Malu e Tana, já preparando e gravando em estúdio traçam ideias e uma convida a outra cantar junto , e nesta parceria participam do CD Cúpula Mix Tape Volume 1 com as músicas: “É só saber querer” e “Erga a Cabeça”, músicas estás muito elogiadas e que estão sendo veiculadas nas principais rádios da capital gaúcha (Rádio Metro,Rádio Ipanema FM, FM Cultura). Desta experiência e algumas pequenas apresentações juntas e analisaram que existe uma afinidade musical muito forte. Assim no ano de 2006 as meninas resolvem ousar mais então Malu e Tana, convidam a cantora Aline e decidem com a música “Erga a Cabeça” participar do Prêmio Hutúz na categoria Demo Feminino, premiação esta em âmbito nacional que vai sua 7ª edição.

Com toda esta movimentação as meninas mesmo assim são artistas independentes arcam com seus próprios custos são suas próprias produtoras. Receberam convites para participar de duas coletâneas (uma regional e outra de são Paulo) e estão sendo sondadas por alguns produtores de selos independentes e gravadoras. No ritmo em que anda as de acordo As Legítimas, acreditam que para que possam dar prosseguimento em seus trabalhos musicais sejam eles em carreira solo ou em grupo é necessário a valorização e inclusão das mulheres nos shows e apresentações e mais apoio e fomento profissional para juntas possam atingir seus objetivos musicais.

Definindo Legítimas: Legítimas não é um grupo e sim a união de três mulheres que tem o objetivo de através música expressar o seu talento e celebrar a vida fazendo o que gostam que é cantar e encantar a vida, pois a música que é o elo desta união.

Contatos:
(051) 85004340  (Oi)
(051) 82813975 (Tim)
(051) 97755953 (Vivo)
Email: [email protected] /  [email protected]

Twitter: @maluvianars
Skype: malu.viana3
Blog: www.legitimas.blogspot.com

Deixe uma resposta