Beli Remour se une a Rodrigo Ogi no clipe ‘Superficial’

A estética experimental dos trabalhos do genial Beli Remour está de volta com o clipe da música “Superficial”, faixa do excelente álbum “O Minimalismo É Rosa” que conta com a participação do mestre Rodrigo Ogi.

O som, com instrumental assinado por Beli Remour, flertar com o trap, mas podemos dizer que é uma sonorização no melhor estilo Remour. Ou seja, experimental e minimalista, sem estruturas complexas. Composições aparentemente mais simples, mas repleta de emoção em uma sonoridade suave que nos conduz a um certo relaxamento. Assim é a estética sonora do álbum. A música conta com o trompete de Lucas Romero, a guitarra de Lucas Romero e Beli Remour e o vocal adicional e preciso de Cristina Maennchen.

A música faz a abordagem da palavra superficial em dois sentidos. Com Beli Remour a palavra é abordada no sentido de superfície e não de futilidade. Já Rodrigo Ogi aborda em suas linhas a palavra sobre a perspectiva de coisas superficiais. Dois pontos de vista distintos, mas que se fundem e produzem uma bela poesia.

 O clipe é uma obra de arte cheia de cores e ideias, repleto de psicodelia que foge totalmente dos padrões e estética do rap. As imagens criam uma atmosfera perfeita para a proposta da música. Efeitos, planos e ângulos estão perfeitos. O vídeo é uma viagem alucinante e prazerosa para quem assiste.

Sharing is caring!

Deixe uma resposta