DICAS DE LIVROS – Damiana da Cunha: uma índia entre a “sombra da cruz” e os caiapós do sertão

Série Nova Biblioteca
Autora: Suelen Siqueira Julio
Ano de publicação: 2017

Nas últimas décadas, tanto na academia quanto em certos grupos da sociedade, vem ganhando força a ideia de que não se pode entender a história do Brasil e das Américas sem considerar a ação de sujeitos tais como os povos indígenas e africanos. Articulando temas da história indígena com as discussões de gênero, esta pesquisa busca fornecer um quadro mais complexo sobre as mulheres indígenas na história, a partir de um caso concreto: a caiapó Damiana da Cunha.

Damiana viveu na região de Goiás (c. 1780-1831), onde se moveu com sucesso entre o mundo luso-brasileiro e os caiapós. Era neta de um cacique, afilhada de um governador, fluente nos códigos da sociedade envolvente e habitante de uma região onde os colonizadores não estavam consolidados. Desse modo, Damiana da Cunha reuniu em si todas as condições para alcançar um papel de destaque, tornando-se uma importante liderança indígena. 

Sumário e prefácio (em PDF)

Sobre Suelen Siqueira Julio

Professora de História no Colégio Pedro II. Doutoranda em História Moderna pelo Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal Fluminense (PPGH-UFF). Mestra em História Moderna pelo PPGH-UFF. Bacharel e Licenciada em História pela Universidade Federal Fluminense. 

Deixe uma resposta