Oreia lança clipe “Vênus de Mina” quebrando o padrão masculino de sensualidade e sexualidade

A love song “Vênus de Mina”, do Mc belo-horizontino Oreia, foi lançada nesta terça-feira (19) juntamente com seu videoclipe que é uma espécie de sex tape feminista com influências cinematográficas. Dirigido por Luísa Loes (autora do blog Clitóris Livre), o clipe quebra com o padrão masculino de sensualidade e sexualidade geralmente apresentado nos clipes de rap, mostrando o prazer e o sexo por uma ótica feminina, ou seja, praticado de maneira mais espontânea e leve e menos focada na performance. Afrodite – a deusa grega do amor, da beleza e da sensualidade – foi sincretizada como Vênus na época da dominação romana. A estátua de Vênus de Milo é uma das obras de arte mais antigas e conhecidas de toda a arte ocidental.

Referencia: Vênus de Milo

Vênus é uma atrelada ao feminino dentro de todos nós. É uma mistura de sexualidade sagrada e profana deixando qualquer sentido de moral e ética de lado. A representação de Vênus é de uma mulher jovem, bonita e nua. É também associada ao erotismo.

Hot e Oreia que agora seguem em dupla após fim do DV Tribo, querem causar impacto, provocar reflexões, fazer rir, alcançar crianças, mulheres e quem mais estiver no caminho.

Aqui um gangster da roça e um bruxo do teatro se unem para gerar comunicação. Deixar claro que ninguém é normal e nem precisa ser. Ninguém precisa se encaixar em nenhum modelo. Assim, eles mostram a potência de sua veia lírica, capaz de ir do trauma ao amor, mantendo uma essência simples e verdadeira. Definem-se como anarquistas organizacionais e vagabundos empresariais. O importante é semear musica.

Sharing is caring!

Deixe uma resposta