Cineclube Buraco do Getúlio celebra 9 anos de existência com sessão comemorativa em Nova Iguaçu

BG - Bion e publio _ foto Maze Mixo

Um dos cineclubes mais antigos da Baixada realiza sua sessão de aniversário na Praça de Direitos Humanos

A sessão “Buraco Festeiro” promete fazer da comemoração de 9 anos do Cineclube Buraco do Getúlio uma grande festa no próximo dia 11 de julho, a partir das 19h. E ela vem carregada de atrações que trazem consigo características festivas, como a exposição “O Corpo é uma Festa”, de Ratão Diniz, Getúlio Ribeiro, Michelle Queiroz e Helianthus.Também seguindo nessa linha, a curadoria traz os filmes “O Bolo”, de Roberto Guimarães, “O Palhaço Xupeta”, de André Luiz Sampaio e Carlos Sanches, e “Nossos Parabéns ao Freitas”, de Felipe Marcondes Sant´Angelo.

O evento ainda vai contar com as –  já tradicionais –  intervenções poéticas de Alan Salgueiro e Letícia Britto, da Slam Tagarela, além da intervenção circense de Aline Hernandes e a teatral do coletivo Casa2Fundos. As intervenções musicais ficam a cargo do grupo de rap #ComboIO, do cantor Átila Bezerra e do DJ Túlio Baía, da Festa Tupiniquim. Para complementar a celebração, também haverá um bazar com o Brechó Dona Pavão, o sebo Sebolinha Livros e Revistas e a grife de acessórios Ophanim.

ComboiO Cineclube Buraco do Getúlio começou suas atividades em julho de 2006 e ao longo de 2015 vem realizando suas sessões na Praça de Direitos Humanos, no Centro de Nova Iguaçu, com o objetivo de contribuir com a ressignificação dos espaços públicos através de ocupações artísticas e disputar coletivamente o território e um novo imaginário para a região central da cidade. Suas sessões se organizam através da exibição de curtas-metragens prioritariamente brasileiros, exposições de artes visuais e intervenções artísticas de poesia, circo, teatro, performance e música no intervalo entre os filmes, para um público médio de 200 pessoas por sessão.

Transitando pelos mais diversos meios e endereços – reais ou virtuais, a seleção de filmes é feita por uma trupe que estuda, produz e assina seus próprios filmes. O nome “Buraco do Getúlio” surgiu de uma passagem subterrânea para pedestres que atravessa a ferrovia, batizada com o nome do 12º prefeito de Nova Iguaçu, Getúlio de Moura. A passagem, mais conhecida como “túnel” ou popularmente “Buraco doGetúlio”, deu nome ao cineclube. Durante seus dois primeiros anos funcionou na rua em frente a entrada dessa passagem, realizando sessões mensais e gratuitas. Inspirado em outro cineclube famoso na Baixada, o Mate com Angu, e desde a primeira sessão, na qual foi apresentado o documentário Ilha das Flores para 40 pessoas, o Buraco já ultrapassou a marca de 150 exibições.

SERVIÇO
Cineclube Buraco do Getúlio – Sessão Buraco Festeiro
11 de Julho, às 19h
Local: Praça dos Direitos Humanos
Endereço: Praça dos Direitos Humanos – Via Light – Nova Iguaçu (ao lado da Nextel, esquina da rua Dom Walmor)

Sharing is caring!

Deixe uma resposta