MC pernabucano Zum lança single “Compromisso”

Zum – “Compromisso (Part. Fabulouso. Prod. Mota beats. Grav. igual NE records)

O single Compromisso, é um egotrip. Ou seja, uma viagem do próprio eu. Onde os sentimentos refletem nada mais que, um verdadeiro desabafo de Zum e de tantos outros que estão na caminhada e se deparam com pessoas que desacreditam e atrapalham a luta pelos seus sonhos. Sonhos esses construídos em cima de suor e lágrimas. “Luto por isso, corro por isso, vou em busca disso. Meu compromisso é isso.” Sendo assim, o single,vêm para mostrar que o rap não é apenas uma brincadeira, de quem está em um ócio criativo. Cantar e escrever, é um compromisso feito, acima de tudo, com amor. E em meio a lobos em pele de cordeiro, a luta continua. Se a missão é essa, se luta por ela até o final. Mesmo que no caminham venham os objetivos não alcançados, se passa por ele e constrói novos, ainda maiores. E acima de tudo, mostra o respeito e reconhecimento, de quem acreditou na caminhada. E assim fica o recado aos que desacreditam, sem que precise de explicação. A letra, fala por si só. “Lages caem em crânios quando estou atuando, não estou aturando comédias saturando, eu sou saturno andando dias, meses, anos. Anjos com AR na escolta acompanhando.”  Confira a entrevista concedida com exclusividade ao Polifonia periférica

Polifonia Periférica – Como e quando descobriu a cultura hip hop ? Como está a cena em Recife?

Zum  –  Antes de tudo fico feliz de coração e muito grato por essa oportunidade de poder falar  um pouco sobre meu trabalho família.

Foi algo bem natural no longe dessa jornada conheci amigos que grafitam e que fazem rap, dançam break e me identifiquei logo de cara com tudo que via. Fiquei encantado com a forma de expressão seja no rap, seja no grafitti. Isso faz alguns anos atrás, eu tinha 15 anos de idade e via o quanto era singelo e importante a forma de expressão dessa cultura que abre portas e nos abraça como filhos.

‘A cena no Recife é algo de importância mundial!’ Acho que de 100% de amigos e pessoas que ainda não tive o prazer de conhecer 95% é de um grande talento no que fazem. E vejo essa cena crescer cada dia mais com nomes maravilhosos e verdadeiros artistas. “Estamos na terra de Chico Science onde a cada dia nascem talentos de verdade”

Zum

Polifonia Periférica  – Quais suas maiores influências musicais e o que mais gosta de ler?

Zum – Eu tenho como maior influência o meu próprio estado de espírito.

Porém não posso deixar de citar nomes como Chico Buarque de Holanda, Luiz Gonzaga, Chico Science, Jorge Ben Jor, Djavan e por aí vai … 

Não só gosto de ler sobre Malcolm X, Chris Gardner, Mahatma Gandhi e etc. Como assisto documentários também e filmes também.

Polifonia Periférica  – Como você define seu estilo e o que há de mais marcante nele?

Zum  – Acho que sou um músico sem estilo definido, a música é tão livre, grande e pode ser feita de tantas formas que eu não vejo estilo a ser definido pra mim. Vejo 100% por esta vertente.

Na minha expressão musical procuro ser o mais sincero e a sinceridade é algo que nos faz verdadeiros não só com o público, mas pra si mesmo. O segredo está em amar isso, porém quando há amor há sinceridade.  “Acho o ‘Amor’ bem marcante.”

Polifonia Periférica  –  Você utiliza elementos da cultura nordestina em seu trabalho?

Zum – Em minha mix tape que ainda está sendo produzida desde o meio do ano passado e em alguns singles que lancei acho que há uma notabilidade da cultura. Porém na mix tape terão surpresas direcionadas não só a nossa cultura.

Polifonia Periférica  – O single “Miragem” vem causando impacto, respeito e admiração. Quais os fatores que colaboraram para essa resposta tão positiva do público?

Zum  –  O single Miragem foi um pouco de uma história que vive que tenho certeza que muitos vivem e viveram na vida e acho que foi esse o fato de repercussão. O público identifica-se com aquilo que sente na pele, quando isso é colocado na música traz sentimento e emoção a flor da pele.

Polifonia Periférica – “Abominável”, seu segundo single, vêm trilhando o mesmo caminho. Quais as expectativas para o novo single “Compromisso” que acaba de ser lançado?

Zum  – Abominável é uma das músicas que mais gosto não por ser minha, mas por ser um jato de verdade e coerência que eu queria gritar. Ah! Tenho certeza que o single ‘Compromisso’ terá a mesma ou até maior repercussão, não por que sou o melhor músico, mas por que sou o melhor em guerrilhar quando o lance está indo bem ou indo mal. A música fala disso também. Imagine um maluco que persiste no bagulho. Ah! Se persisto! ‘Risos’ As pessoas sentem-se incentivadas quando a música transmite superação e ‘Compromisso’.

Polifonia Periférica  – O que é mais abominável para você e qual o seu compromisso?

Zum  – Abominável pra mim é ainda ver olhos sem o brilho do amor, pergunte-me por quê, se é o mais importante?

Meu ‘Compromisso’ é dar o melhor de mim pra os que amo.

Polifonia Periférica  – Deixa uma mensagem final para os leitores e fãs.

Zum – Somos seres humanos e precisamos criar uma atmosfera onde podemos honrar um aos outros sem exceção, sem acepção de pessoas sem falta de compreensão.

Que o sentimento de vitória e de alegria verdadeira esteja em cada coração e alma. 

Luz e Foco.

Zum

Contatos:

081 8656 2931 Zum
081 9874-0407 Falar com Elias Júnior
081 8718-0436 Falar com Elias Júnior
E-mail: zum879@gmail.com
Zum
www.myspace.com/zum_
www.twitter.com/Zum__

Confira a música “Compromisso”

Deixe uma resposta