O Povo Fala – Documentário

Sinopse – O documentário busca registrar a opinião de um morador de uma das 157 comunidades carentes do Rio de Janeiro sobre a legalização da maconha e a pacificação da cidade. Depoimento de Maurício Hora, morador do morro da Providência, ocupado por uma UPP – Unidade de Polícia Pacificadora.

“Eu buscava um morador que pudesse contar seu ponto de vista sobre a legalização da maconha e a pacificação, e encontrei o Mauricio Hora, que mora na Providência, e era filho de traficante”, contou o diretor. A filmagem durou um dia, acompanhando seu personagem por toda a comunidade.

Prêmio: 1º Lugar na Categoria Documentário no Curta Criativo 2011

Ficha Técnica – Direção e edição: Luka Melero
Som: Eduardo Mendes
Produção: Tânia Pinta e Pedro Perazzo
Produtora: Vatapá produções

Sobre o Morro da Providência

A Favela da Providência é a mais antiga da cidade; sua povoação teve início entre o final do século XIX e começo do XX. Em 1897, o morro da Providência abrigou os soldados que voltaram da Guerra de Canudos, durante a qual ocuparam um morro chamado Favela, na Bahia. A partir da associação do nome “favela” com os soldados, o morro popularmente passou a ser conhecido como morro da Favela.A ocupação deflagrou-se entre o final do século XIX e o início do XX, a partir da grande reforma urbana imposta pelo engenheiro Pereira Passos, quando vários cortiços e habitações populares do centro foram devastados e a população pobre, transferida para os morros nas adjacências do centro. No fim do ano de 1910, o morro da Favela era considerado o lugar mais violento do Rio de Janeiro.O nome favela estendeu-se a outros morros e, na década de 1920, as ocupações de colinas com barracos e casebres passaram a ser conhecidas como favelas.

Hoje conta com uma comunidade nordestina crescente, mas que não chega a superar a comunidade afro-carioca local de origem negroide congo-bantu (muitos desses descendentes de afro-mineiros migrantes de décadas passadas). A UPP do morro da Providência foi a sétima unidade a ser instalada, em abril de 2010, e atende também aos morros da Pedra Lisa e Moreira Pinto.Fonte: Wikipedia

Assista ao documentário

Deixe uma resposta