Baltazar MC lança single “O Céu é o Limite”

Inspirado pela música Sky's The Limit de Notorious BIG, o MC abre seu coração em um boombap sampleado, buscando tocar no emocional do ouvinte,  ao mesmo tempo em que também o  incentiva  para que  acredite nos seus sonhos, vide os dizeres ao fim do vídeo: "sigam as batidas do seus corações e não se tornem apenas mais uma peça da engrenagem que irá manter ela girando". O lyric vídeo foi feito por Dos Santos e casa muito bem com a música, passando ao final uma sequência de fotos da carreira do artista, desde o  seu antigo grupo Sopranos Mcs  até o novo grupo BAD FOR KIDZ.  Tecnicamente o som conta com boas linhas de soco e referências que vão de

Baltazar MC lança single “Ambição”

 Ambição é o novo single de Baltazar MC; com muitas variações de levadas, linhas de soco, e trazendo referências, tais como: Cartel MC’s, Wu Tang Clan , Ol’Dirty Bastard ,Jay-Z e Valete , o MC faz uma critica ácida ao cenário onde tudo ultimamente gira em torno do famigerado “hype” e muitos dos rappers/MC’s  resumem tudo aos views, likes e roupas de grife.   Ao mesmo tempo em que também se admiti ambicioso almejando as coisas boas da vida, mas jamais esquecendo que a cultura Hip Hop possui um fundamento, vide as referências aos artistas da velha escola.  Pois assim como o próprio cita no single, é importante ter ambição e uma perspectiva, porém, jamais ser um mercenário, já que acabar ficando cego por

Baltazar homenageia às religiões de matriz africana em seu novo clipe “Salve África”

Mais uma vez mostrando-se extremamente versátil, Baltazar trouxe um rap com tambor africano (tocado pelo próprio), além de uma ambientação bastante experimental de trap. O som em si é uma homenagem não só para a cultura afro, mas pelas religiões advindas dela, que infelizmente vem sendo alvo de ataques no Brasil nestes últimos tempos. A música veio aliada de um belo videoclipe, conversando muito bem com o som, retratando de diversas formas o que de fato ocorre dentro de um terreiro, com o MC contracenando em diferentes locações e com diferentes pessoas  interpretando as entidades. Nathan Suris realizou a direção, filmagem e edição. Em relação a música, propriamente dita, o instrumental, mixagem e masterização foram assinadas pelo Jay-Gueto, representando a Gueto Anonimato