MATHZ lança clipe do single “Sem Terror”

Diante de muitos momentos de revolta, MATHZ transformou o que sentia em arte, mais especificamente em música. No videoclipe “Sem Terror”, o rapper carioca retrata a vivência nas favelas do Rio de Janeiro e fases difíceis de sua vida, onde teve que lidar com a perda de pessoas queridas e com expectativas que precisavam ser quebradas. 

Com produção de Jovem BlackSanta, AMSTERCLÃ e audiovisual de Viní Monteiro, o artista evidencia um retrato da sociedade e a normalização de coisas que não deveriam ser tratadas como comuns. O genocídio da população negra e periférica é um exemplo disso. “Meus amigos estavam sendo mortos, presos, sofrendo atos violentos e covardes. Algo que era pra ser raro acontecendo numa frequência assustadora. E esse foi o jeito que encontrei de colocar toda a raiva que eu estava sentindo para fora. Mas também dei espaço para falar sobre as coisas boas que aconteciam, por mais assombrosa que a noite tenha sido, no dia seguinte a melhoria sempre vem. Toda a letra foi escrita num momento único, não teve sequer uma correção. Digamos que foi um desabafo”, destaca.

O single também carrega a liberdade como uma de suas mensagens, já que por meio dela MATHZ pode contar um pouco do que vê, ouve e sente e compartilhar realidades plurais ao seu entorno. “Eu canto sobre a correria de amigos que vivem embaixo de um sol de 40ºC e passam por madrugadas geladas para colocar a comida na mesa. A letra não tem o propósito de fazer apologia, apenas retrata a vivência de pessoas do meu convívio”.

Para o futuro, o MC garante muitas novidades! O material escrito é vasto, contando com dois EPs, duas mixtapes e três álbuns, ainda sem títulos revelados e datas de lançamento definidas. Além disso, ele pretende apostar em singles, que soltará ao longo dos meses.

“Nesses nove anos de caminhada, conheci muitas pessoas, perdi muitas pessoas, passei por coisas que jamais imaginei que passaria, conheci pessoas que jamais imaginei que conheceria. Eu faço música pelo sonho e pelo amor que tenho, isso sempre me motivou, ajudou a me expressar,  a encontrar sentido na vida. Faço isso porque é algo maior que eu. Tenho muitos projetos para lançar, e três deles são diferentes de tudo o que eu já fiz e de tudo o que eu vi por aí. Estou trabalhando neles desde os meus 15 anos, e hoje, com 21, quero mostrar essas analogias. O que eu posso adiantar é que será algo que mexerá com a cabeça de muitas pessoas e que estou me dedicando para materializar e soltar isso da melhor forma”, conclui.

Acompanhe o MATHZ no Instagram e no Twitter

Assista ao clipe “Sem Terror”:

Sharing is caring!

Deixe uma resposta