Conheça ZOE WEES, a artista de 17 anos que conquistou o mundo com seu single de estreia, “CONTROL”

Zoe Wees

Com apenas 17 anos de idade, Zoe Wees viu seu single de estreia alcançar o sucesso global. Atualmente, o hit “Control” aparece na playlist “As 50 Virais do Brasil”, do Spotify. O sucesso também levou a imagem da jovem cantora para a capa da playlist “Pop Rising”, que reúne sucessos de artistas em ascensão. 

Control” é uma balada autobiográfica. A letra da canção fala sobre as dificuldades que Zoe Wees enfrentou crescendo com o constante medo de perder o controle do próprio corpo, devido às convulsões provocadas pela epilepsia, descoberta em sua infância. Sobre a faixa, Zoe disse: “Estou muito feliz por poder finalmente contar a história da fase mais importante – e também mais difícil – da minha vida através do meu primeiro single, ‘Control’. A música serviu como o meio mais direto para processar e contar minha própria história. Foi doloroso escrevê-la, mas também foi terapêutico”.

Zoe chama atenção por sua voz única e cativante e por sua incrível força ao interpretar canções. A artista também se destaca por sua história de vida. Ela cresceu em uma área pobre no subúrbio de Hamburgo, na Alemanha. Apesar de ter tido sempre o apoio da família, Zoe precisou lidar com o isolamento imposto pelos colegas ao longo da trajetória escolar. No ambiente, onde os familiares não podiam estar presentes, a jovem encontrou em uma professora o suporte necessário para superar essa fase difícil. Além da rede de apoio que a cercava, a jovem também buscava refúgio na música.

Ainda na escola, aos 14 anos, Zoe Wees conheceu uma professora de música que percebeu sua aptidão musical e foi essencial para o desenvolvimento artístico da jovem. Juntas, as duas começaram a fazer música e a trabalhar as potencialidades de Zoe, dedicando-se ao treinamento vocal e expressão da jovem artista. Juntas, elas começaram a gravar e publicar vídeos de covers de músicas, que abriram espaço para que a adolescente apresentasse seus primeiros shows.

Perder o controle durante minhas convulsões me fez me sentir claustrofóbica e isso afetou tudo o que eu fazia. O confrontamento que ganhou espaço ao longo da minha música tem um poder de cura. ‘Control’ é, também, um agradecimento à minha professora, que me ajudou ao longo da fase mais sombria da minha adolescência. Ela me protegeu e cuidou de mim e até ofereceu estabilidade e suporte à toda minha família. Na primeira vez que eu toquei a canção para ela, nós duas choramos. Eu sou eternamente grata a ela. Essa canção me permitiu lidar de uma forma que eu espero que também ajude a outras pessoas que estão lidando com situações similares à minha, ou até com situações totalmente diferentes. Ela capta toda a minha energia, minha alma e os sentimentos de dor, desamparo e gratidão, tudo ao mesmo tempo”, disse Zoe.

Desde 2018, Zoe Wees vem trabalhando em estúdio com os produtores Patrick Pyke Salmy e Ricardo Muñoz. Além deles, ela também tem o apoio dos compositores Emma Rosen, conhecida pelo nome artístico VVAVES, e René Miller, que mentoram a jovem artista em suas primeiras composições autorais. Graças a conexão e identificação compartilhadas por esse grupo de artistas, Zoe conseguiu encarar seus maiores medos e apresentar sua história ao mundo.

‘Control’ está disponível em todas as plataformas digitais: http://umg.lnk.to/Control

Sharing is caring!

Deixe uma resposta