Kekel, o Rei do Mandela, lança EP com 4 faixas inéditas

Enaltecendo suas origens, Kekel aposta em mais sucessos ligados ao funk de fluxo, sem perder o romantismo

Apostando em sua essência do funk de fluxo e de rua, que o consagrou como o Rei do Mandela, MC Kekel lança nesta sexta-feira, 19 de julho, pela Som Livre e KondZilla Records, o EP “Set de Funk do Mc Kekel”. Com quatro faixas inéditas de sua autoria, o paulista de Guaianases conhecido por emplacar um hit após o outro e conquistar milhares de visualizações em seus clipes, lança também o clipe de “Pulo a Janela”. Completam o EP as faixas “Pro Mandela Vou Voltar”“Eu Vou pro Baile” e “Mina da Zona Sul” .

Das periferias de São Paulo para o mundo, onde recentemente se apresentou em turnê na Europa, MC Kekel acredita que conquista fãs por onde passa ao compor letras que falam de seu cotidiano no bairro de Guaianases, do estilo livre Mandela de ser, inventado pelo próprio, e também sobre histórias de amor. “É incrível lançar um EP, ainda mais cantando sozinho. Todas as parcerias que fiz até hoje foram sensacionais, mas é bom poder levar pro público a essência do Kekel e do Mandela”, conta.

Aos 24 anos, MC Kekel começou a carreira em 2011 e desde então segue apostando no que sabe fazer de melhor, a mistura entre o funk pop e romântico e o funk de fluxo e de rua. Recentemente, Kekel bateu a marca de mais de 1 bilhão de visualizações no YouTube e registra mais de 3 milhões de ouvintes mensais no Spotify.

Entre sua coleção de hits e parcerias estão seus primeiros sucessos “Partiu“, com mais de 205 milhões de visualizações no YouTube e “Namorar Pra Quê?“, com 247 milhões. Destaque também para os feats de “Amor de Verdade“, com MC Rita, com a marca de 592 milhões de visualizações, “O Bebê”, com Kevinho,“Vingança”, com Luan Santana, “Desencana“, com Wesley Safadão, “Abandonei a Gabriela”, com MC V7, “Amor Bandido”, com Lexa, e “Batom”, com Ludmilla.

Sharing is caring!

Deixe uma resposta