Mano Brown, Marechal e Alt Niss, em noite mágica, levam Circo Voador ao êxtase

Com apresentações memoráveis na ultima sexta-feira (7), Mano Brown, Marechal e Alt Niss reforçaram a fama do Circo Voador de abrigar shows antológicos. Os três artistas com performances impecáveis e intensas contagiaram e emocionaram a plateia que respondeu cantando e dançando do inicio ao fim das apresentações.  

Quem abriu a noite mágica de shows foi a diva do R&B nacional Alt Niss. Pela primeira vez no palco do Circo Voador, a talentosíssima cantora paulistana apresentou seu moderno, e ao mesmo tempo nostálgico, R&B dialogando com o neosoul, trap, house e eletrônica. Soberana no palco e esbanjando talento, Alt Niss viajou no tempo lembrando bem os anos 80/90 e mostrou um pouco do seu rico e versátil repertório. A voz aveludada aliada as técnicas vocais e a um swing envolvente encantaram o público que se curvou ao seu talento.

A segunda atração da noite foi a lenda do rap carioca, Mc Marechal. Com um show avassalador, Marechal levou o público ao delírio cantando com o coração e alma. Marca registrada de suas apresentações sempre carregadas de emoção e muita energia. Sem a companhia de DJ, apoio na voz e recursos de palco, Marechal sozinho valeu por um grupo. Com uma magia única, regeu a plateia e passou sua mensagem de transformação com uma sequencia de canções que arrebataram o público. Um show perfeito merecia um final perfeito. E foi isso que Marechal fez ao encerrar com a linda canção “O tempo Passou” do rapper Sant e da qual Marechal participa. Cantada por uma plateia tomada pela emoção, a canção foi o hino de encerramento de uma apresentação magistral de Marechal.

Para fechar a noite mágica de rap, o maior ícone do rap brasileiro, Mano Brown. No formato clássico MC + DJ e ainda com dois dançarinos, Brown iniciou de forma arrasadora cantando “Mil Faces De Um Homem Leal” e seguiu com outros clássicos dos Racionais como “Da ponte pra cá”, “Jesus Chorou”, “Vida Loka Parte I e II”, “Diário de um Detento” entro outros contagiando o publico ávido por ouvir Racionais. Brown surpreendeu o público ao chamar Ice Blue, seu parceiro nos Racionais, para participar do show. Descontraído, Brown brincou com a plateia, mas também mandou seus recados políticos e com muita energia e simpatia comandou a plateia. Brown trouxe o rap de raiz para o palco do circo com a competência, carisma e talento de um mestre que sabe tudo de rap. Para fechar a noite deixando o público nas nuvens,  o hino dos Racionais “Negro Drama”. Não há como descrever Mano Brown.

Foi uma dessas noites perfeitas, de conexão total entre artista e público, com uma intimidade que só um palco como o do Circo Voador pode proporcionar.

 

Deixe uma resposta