Mulher que Representam – documentário fala sobre a lei Maria da Penha

O  documentário “Mulher que Representam” foi realizado para erradicar a violência contra a mulher,  falar sobre a lei Maria da Penha e a importância da representação em um BO.

O assassinato de uma comerciária em um shopping de Brasília, dia 28/02 apenas uma semana do Dia Internacional da Mulher deixa evidente que o fim da violência contra a mulher ainda está longe de ser superado.

Fernanda Grasielly Almeida Alves teria sido morta a facadas, pelo ex-companheiro, enquanto trabalhava numa das lojas do Terraço Shopping, no Cruzeiro. O homem atingiu o pescoço da vendedora e fugiu, mas foi contido por seguranças e acabou preso. Ele foi levado para a 3ª Delegacia de Polícia.

92 mil mulheres assassinadas

Segundo o Mapa da Violência, publicado em 2012, pelo Centro Brasileiro de Estudos Latino-Americano, mais de 92 mil mulheres foram assassinadas no País entre os anos de 1980 e 2010. Durante o período, o número de homicídios femininos cresceu mais de três vezes, saltando de 1.353 casos para 4.465 registros.

Em 2011, o Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), do Ministério da Saúde, registrou 70.270 atendimentos a mulheres vítimas da violência. A maioria delas tinha entre 15 e 29 anos e foi agredida por maridos ou namorados.

Tolerância à violência contra a Mulher, vamos dar um Basta!

Ana Frank

Deixe uma resposta