A magia, o encanto e a beleza da arte de Selarón

Este post é uma homenagem póstuma ao artista plástico chileno Jorge Selarón, que foi encontrado morto, nesta quinta-feira (10), na escadaria do Convento de Santa Teresa, na Lapa, no Centro do Rio de Janeiro.  Um triste fim para alguém tão genial, doce e companheiro.

Jorge Selarón, de 65 anos, ajudou a transformar  os 215 degraus da escadaria do bairro da Lapa em um ponto turístico através da instalação de um mosaico de azulejos coloridos. A escadaria ganhou seu nome e o transformou em um ícone da Lapa.

Selarón trocava com frequência  os azulejos  da escada, mas com o passar do tempo passou a  incorporar  peças de cerâmica de cidades de diversas partes do mundo que eram compradas por ele mesmo quando viajava ou que recebia como presente dos  turistas que visitavam as escadas.

Um dos hábitos de Selarón era conversar e tirar fotos com os turistas que diariamente passavam pela escadaria para apreciar, fotografar e filmar a obra do artista. A sua paixão pela escadaria fez Selarón fixar sua residência e seu ateliê de cerâmica no local onde também vendia azulejos.

Descanse em paz Selarón !!

Selarón – O filme – Parte 01

Selarón – O filme – Parte 02

Selarón – O filme – Parte 03

Deixe uma resposta