Festival Novas Frequências acontece no Rio e confirma edição em São Paulo | de 04 a 09 de dezembro

FESTIVAL NOVAS FREQUENCIAS

de 04 a 09 de dezembro no Oi Futuro Ipanema (RJ)
08 de dezembro no Beco 203 (SP)

Depois do sucesso da 1ª edição no ano passado, quando sua programação foi considerada uma das mais inovadoras do calendário cultural do país, o Novas Frequências, festival conectado à vanguarda da música contemporânea, retorna ao Rio de Janeiro para mais uma temporada de shows e confirma primeira edição em São Paulo, em parceria com o Queremos!
Durante os dias 4 e 9 de dezembro, oito artistas – sete deles internacionais com passagem inédita pelo Brasil, além de uma atração nacional – se apresentam no Oi Futuro Ipanema e no Beco 203.

São eles: Prince Rama (Estados Unidos), pole (Alemanha), Actress (Inglaterra), Maria Minerva (Estônia), Lenticular Clouds (Espanha), Julianna Barwick (Estados Unidos), Cadu Tenório (Brasil) e Hype Williams (Inglaterra)

O Novas Frequências nasceu da parceria entre os produtores culturais Chico Dub eTathiana Lopes e foi moldado de acordo com as características físicas e conceituais doOi Futuro Ipanema. Em outras palavras, busca diversidade e o uso criativo de ferramentas tecnológicas, em meio ao que podemos batizar de fine arts da música contemporânea. Não à toa, muitos dos artistas da programação se apresentam além dos palcos de festivais, em clubes e casas de shows como também em museus, galerias e eventos associados às artes plásticas. São artistas com promissoras carreiras dentro da vanguarda, que lançam seus trabalhos por selos fonográficos de respaldo internacional e ganharam reconhecimento nas mais importantes publicações da chamada nova música, como: The Wire, Pitchfork, Fact, XLR8R, Resident Advisor e The Fader

A segunda edição do Festival Novas Frequências continua sua pesquisa por artistas que buscam estes novos rumos e apontam a bússula não só para a música mas para os sons contemporâneos. “São artistas difíceis de serem rotulados a gêneros específicos, tamanha é a mistura, o experimentalismo e o gosto pelo desconhecido. Mas algumas questões e palavras-chaves os unem conceitualmente, como: minimalismo, repetição, erro, desconstrução, transcendência, religião, distopia, o uso criativo de samples, a estética lo-fi e o som pelo som”, observa o curador Chico Dub

O Novas Frequências tem o patrocínio da Oi e da Secretaria de Estado de Cultura, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro e a empresa Cardápio de Ideias Comunicação assina a realização do projeto.

Confira a programação no site www.novasfrequencias.com
www.facebook.com/novasfrequencias
www.twitter.com/nfrequencias

Deixe uma resposta