K-bide – O rap de um mundo sem nome

Hugo Alberto Silva Monteiro,K-Bide ,23 anos,nasceu na Tijuca,Zona Norte do Rio de Janeiro, mas foi criado em Duque de Caxias na Baixada Fluminense,o nome K-Bide vem do apelido de quando começou a andar de skate.

“Me chamavam de”Cabide”por causa dos  ombros largos,eu tinha uns 11 anos,fazia natação e andava com umas camisas bem maiores que eu e os amigos zoavam “botou a camisa e esqueceu de tirar o cabide”(risos) daí eu mudei a maneira de escrever pra ter mais identidade.”(Kbide)

Teve seu primeiro contato com o rap em 1997 através de um CD que seu pai ganhou de um amigo, o Álbum era o “Guetto D” do Master P, teve muito contato com Funk e com Rock também. Depois disso só veio a ter contato com o rap outra vez quando começou a andar de skate em 1999 por intermédios dos amigos e através dos vídeos  411VM, e aos poucos foi descobrindo tanta coisa diferente no rap como Big L,Black Rob, Xzibit, Racionais, 509-E que acabou deixando o funk e o rock de lado.  Por um tempo, seguiu com as influências de seu pai que tocava samba e pagode e gostava muito de soul.

Começou a fazer uns freestyles com uns amigos do skate em meados de 2006 e logo em seguida foi apresentado ao Slow da BF (ex- integrante do Esquadrão Zona Norte) e Mc BOB X. Um tempo depois conheceu Gutierrez e MC Marechal e nesse mesmo ano teve contato  com muitos outros Mcs do Rj e de Outros Estados como Aori,Mc Loco,Flora Matos e Emicida no HUTUZ Rap Festival em 2006. Com o auxilio técnico do Bob X começou  a escrever suas primeiras letras no inicio de 2007, mas foi em meados desse mesmo ano que algumas letras realmente ganharam certa “identidade” e em dezembro de 2008 deu inicio ao projeto que viria a se chamar “são vários mixtape” “(Kbide).

A mixtape lançada em outubro de 2010 reuniu diversos artistas do cenário carioca. A maioria dos instrumentais foram produzidos pelo Mr BreaK,beat maker do Rio de Janeiro e Fabio Broa dono do estúdio RZN Records, teve produção do Mestre Xim que é da cidade de Petrópolis, Região Serrana do estado do Rio de Janeiro,  contou também com uma batida do Phors e, um beat maker Moçambicano que mora na China, além de uma batida do Anno Domini do USA e um instrumental de uma musica do Rapper Francês Sniper.

A mixtape conta com as participações de Thiago Thomé, Slow da BF, Mr Break, Tomzin, Kmkz, Taycee, Funkero Faísca, Macarrão, Durango Kid, Mart de VR, BoB X, Stephan(Sain- Start) e Tony Mariano; A mixagem entre as faixas ficou por conta do DJ Erik Scratch, sendo algumas faixas mixadas no estúdio do Cartel Mcs e outras no estúdio do Iky Castilho e masterizada por Fabio Broa.

Kbide segue trabalhando no seu próximo single ainda sem previsão de lançamento “Por Quantos”  com participação da cantora Lica Tito mixado e masterizado por Luiz Café.

Conheça mais do trabalho de Kbide:

Twitter.com/mckbide
facebook.com/McKbide
soundcloud.com/kbide/sets/saovariosmixtape
email: mckbide@gmail.com

Deixe uma resposta