A beleza do graffiti do artista paulista “Porkinho”

Foi no tempo de escola que Porkinho teve sues primeiros contatos com o graffiti, mais precisamente no ano de 1998 através de um amigo que assina Refugos da então Crew 5 Lados que na época já fazia graffiti com mais dois caras também. Iniciava assim sua trajetória no graffiti. Sobre esse acontecimento marcante em sua vida Porkinho diz: “foi até meio engraçado pq ele estava desenho umas letras estranha, como não sabia o que era fui perguntar, ai ele falou q estava fazendo graffiti, logo que vir aquelas letras trançadas fiquei admirado com aquilo, logo perguntei como fazia aquelas letras foi quando ele me passou algumas técnicas pra fazer,logo que cheguei em casa peguei uma folha de caderno e comecei a desenha rabisquei tanto naquele dia que a minha mão começou até doer,mais mesmo assim fiz”.

No dia seguinte Porkinho foi em busca de repostas e começou a indigar a seu amigo sobre diversas técnicas do graffiti como: letras trançadas, como fazer luz e sombra entre outra. No dia seguinte o amigo passou mais algumas técnicas de como fazer e depois desse dia ele começou a chamar Porkinho para os ver pintarem. Desse dia em diante Porkinho conheceu outros integrantes da crew 5 lados como o Dicko,Nanchi,e o Droo, Um novo mundo surgia para Porkinho que diz: “pra mim era tudo novo ver aqueles caras fazer graffiti no muro com latas de spray,mais já estava todo empolgado pra fazer um também”.

Foi então que eles indicaram a Porkinho uma oficina de graffiti  que estava acontecendo no Pq Novo Oratório em Santo André com o grafiteiro Marko Kaaone (The Nitros). Na oficina Porkinho não só esclareceu suas dúvidas como conseguiu tirar se aprofundar nas técnicas que buscava aprender. Depois de algumas aulas Marko Kaaone propôs aos alunos fazer uma produção como finalização das oficinas com tema livre. O tema escolhido pelos alunos foi do Egito. Após receberem instruções no papel de Marko Kaaone  os alunos foram para o muro vindo a se tornar uma experiência indescritível para todos os alunos. A experiência foi decisiva para Porkinho que resolveu a partir daquele momento dedicar sua vida ao graffiti.

Como todo jovem de periferia, Porkinho tinha dificuldade para adquirir as latas caras de spray, pois na época não trabalhava. Quando conseguia algum dinheiro comprava algumas latas da Color Gin vencidas que era mais baratas. E quando não dava para pintar com spray fazia mesmo com pincel. Na verdade, o que importava para ele era fazer porque o graffiti já estava dentro do coração e ele não tinha dúvida que era o que ele queria fazer pelo resto da sua vida. Sobre a importância do graffiti em sua vida Porkinho diz: “O graffiti veio para me educar, veio como uma forma de protesto,veio me ensinar a ser humilde com as pessoas”.

 Por que o apelido de Porkinho?

Esse apelido foi uma mina de me deu nós tempo de escola quando eu estuda na quarta serie rsrs eu odiava esse apelido mais é aquela coisa tem males que vem para o bem,hoje os meus amigos só me chamam assim de porkinho,ainda bem q essa mina teve a criatividade de colocar esse apelido em mim porque os meu trabalho eu assino Porko.

E porque você optou em fazer Graffiti?

Eu gosto muito de Rap Nacional e como eu gostava muito de comprar as revista rap Brasil pra ler, ai sempre no final tinha uma parte voltada pro graffiti também, foi a parti daí que eu comecei a me interessar de verdade e pelo graffiti,via as entrevistas do Binho,Speto,OsGemeos lia o que eles pensavam,e também optei pelo graffiti pela forma como é feito na rua,com total liberdade,ninguém tem o direito de questionar o seu graffiti,ser ficar bom é seu vc que fez ser ficar ruim também foi você que fez,isso que me cativou no graffiti,essa liberdade.

O que representa Crew?

Para mim, significa amizade, uma forma de unir uma galera em um único nome, crew representar muito mais do que você ser reunir pra fazer um painel,crew e mais que isso é cada um preocupar com o outro é amizade mesmo,tive o prazer de entra pra essa crew 5 lados que pra mim representar uma família.

Como você vê a cena do graffiti em Sampa hoje?

O graffiti em São Paulo esta foda cara, tem muita gente pintando muito por ai e pintando bem, isso porque a informação aumentou alguns anos atrás à gente só pintava com a marca de lata Collor Gin que não era muito boa pra fazer graffiti mais era o que nós tínhamos em mão depois passou alguns anos vieram às latas gringas com o escritor Ize que trouxe as pronline só tinha ele que vendia essas latas, ai depois veio o binho ai hoje temos varias marcas de latas da gringa, tinta que é fabricada pra graffiti mesmo com a chegada dessas latas e as informações vindas de todos os lados, muita gente veio pintando também e fazendo uma produção monstro, hoje ta foda a cena em Sampa e a tendência são aumenta mais ainda, quero que Sampa fique cheia de graffiti vamos lutar com o cinza.

Muitos grafiteiros começam a fazer graffiti por influencia da pichação, você também começou por causa da pichação?

Todos os meus amigos que fazem graffiti começaram pela pichação, foi como eu falei anteriormente, quando você tem a informação ao seu alcance algumas coisas mudam, isso aconteceu comigo, tive a informação sobre o graffiti, procurei saber pesquisei pra entender melhor o assunto, acho que quando você é moleque você acaba procurando qualquer coisa pra se expressar e muitos dos caras que eu conheço começaram na pichação, não que eu não goste da pichação. Acho muito louca, mas naquela época eu procurei outros meios de me expressar e o graffiti me deu essa oportunidade, mas acho a pichação loka mesmo.

Mais informação e trabalhos do artista em:

http://www.flickr.com/photos/porkografi/

http://facebook.com/porkocincolados.graffiti

E-mail porquinhografi@hotmail.com
Gsm: 11 8432-1367

 

One thought on “A beleza do graffiti do artista paulista “Porkinho”

Deixe uma resposta